22 de mai de 2017

Meu aniversário de 25 anos e "A interferência do tempo"


Li na semana passada  uma crônica da maravilhosa Martha Medeiros, chamada " A interferência do tempo ", em que ela diz que o tempo não mostra sua face apenas no espelho, ele não interfere apenas na  nossa aparência, mas o tempo interfere no nosso olhar. 

"Lembro do colégio em que estudei durante mais de uma década, meu primeiro contato com o mundo fora da minha casa. O pátio não era grande era colossal. Uma espécie de superfície lunar sem horizontes à vista, assim eu o percebia aos sete anos de idade... Volto, depois de muitos anos, para visitá-lo e descubro que ele continua sendo um colégio grande, mas nem o pátio, nem os corredores, nem as escadas, nada tem o tamanho que parecia antes..." ~Martha Medeiros em Coisas da vida ,crônicas.


Ah ! Martha, e como o tempo ajusta a nossa retina, não apenas no espaço físico, as coisas no geral começam a se tornarem pequenas de mais, pessoas que antes eram grandes, sentimentos que antes eram enormes, que por vezes chegavam a sufocar, começam a ficar  pequenos.  Será que esse é o sentido de amadurecer? É começar a olhar o mundo de um ângulo em que tudo é tão diminuto e irrelevante nas nossas vidas?  Tenho medo disso, medo de que à alguns anos isso possa ser a verdade, rezo para que as coisas de real importância se mantenham do tamanho que devem se manter, se não de que seria nossas vidas com apenas pequenezas?


Comemoro hoje meus vinte e cinco anos, a maturidade nessa idade é muito particular, para muitos ainda não sei nada sobre nada, mas para mim já estou é carregada de informações e referências. Posso daqui a alguns anos, achar que não, eu realmente não sabia de nada, mas que bom será se eu chegar em um momento desses e perceber o quanto eu aprendi e cresci como pessoa. Vai ver o que a Martha disse é exatamente isso, não é que as coisas estejam ficando pequenas, é que nós estamos nos tornando grandes demais. 

Mais uma vez não assoprarei as velinhas do bolo desejando nada mais além de experiências, quero que a vida continue me surpreendendo. No ano que se passou eu aprendi muito, nos melhores e nos piores momentos, eu evolui. Quero que esse ciclo continue, quero que a vida me ensine cada vez mais, para que o fechamento de cada ano seja o carregar de uma mala de aprendizagens para o ano que acabou de se abrir. 


Um comentário:

  1. Felicidades Dai!!!
    Menina que enche nosso espaço com sua presença maravilhosa e contagiante. Que me faz rir mesmo quando o que eu mais quero é sair correndo, gritando e me descabelando diante do caos que estamos vivendo.
    Pouco tempo de convivência... Mas um amor grandão já.
    Seu aniversário... E nosso presente poder desfrutar de 8 horas da sua companhia diária.
    E que a vida lhe traga presentes e muitas experiências boas.
    Tudo de melhor para a segunda gordelícia mais linda do mundo.
    Beijos....da primeira... ;)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map