9 de jan de 2017

Resenha: Alice em silêncio

alice em silêncio jefferson sarmento



Título : Alice em silêncio
Autor: Jefferson Sarmento 
Editora: Scortecci Editora   
Gênero: Ficção
Páginas: 215
Compre: Aqui


Autor

Jefferson Sarmeto, é autor dos livros Velhos segredos de morte e pecados sem perdão e Os ratos no quarto ao lado. Acredita de verdade que o olhar assustado de uma menina pode esconder histórias fantásticas. 

"O que acho? Você não escolhe o ofício. Ele está em você desde eras anteriores ao Big Bang ou à Criação. Vem em suas veias disfarçado de sangue e atormenta seus passos até que você se sente diante de uma tela em branco (ou um papel em uma velha máquina de escrever, se preferir desse modo) e despeje mundos e gentes aos tropeções, até que isso faça algum sentido. Às vezes precisamos caminhar centenas de páginas para encontrar esse sentido... "







Sinopse 


Alice é apenas uma garotinha assustada, resgatada dos escombros de um deslizamento na estrada, no meio de uma tempestade feroz e destruidora. Pedro também foi arrastado com ela e esteve à beira de desistir (de escorregar, o locutor de fala arrastada repetia dentro de sua cabeça), mas aquele estranho sonho em que via a menina com seus grandes olhos azuis assustados... aquilo o fez voltar a si. Precisava tirá-la de lá!   Vagando em direção à cidade, eles testemunham a destruição e a dor dos sobreviventes da catástrofe. Desabrigados, feridos, enfermos, mortos... E em meio ao caos surge o rumor de que Alice talvez... talvez tenha curado uma pessoa quando a tocou. Poderia ser possível? Num mundo real, palpável e cruel... poderia ser possível?  Pedro insiste que não, mas talvez esteja apenas tentando protegê-la, porque a cada instante parece mais evidente que a verdade... Pedro sabe a verdade. Mas não pode contá-la. Não agora. Porque ele sabe do que as pessoas são capazes para conseguir o que querem.

alice em silêncio jefferson sarmento

Resenha 

Fazer uma resenha de "Alice em silêncio" para mim é de grande responsabilidade. Jefferson Sarmento além de parceiro aqui do blog (me presenteou com esse exemplar) também é um grande amigo que tenho muito afeto.  Eis aqui o grande problema, ser extremamente imparcial em falar do seu livro sem que eu deixe a nossa amizade influenciar. Mas eu prometo para vocês que essa resenha será a mais honesta que já fiz na vida. 

Quando Jefferson escreveu a dedicatória "Espero que se surpreenda com Alice como aconteceu com os melhores livros da sua vida" eu lembro perfeitamente de ter lido e dado um risinho pra ele dizendo "Você não está sendo convencido" , e eu acreditava fielmente nisso. Sabia que ele era um ótimo escritor mas "como aconteceu com os melhores livros da minha vida" isso já foi de mais.  E Jefferson, hoje eu lhe digo, com toda honestidade humana possível... EU ME SURPREENDI, COMO NOS MELHORES LIVROS DA MINHA VIDA e como eu digo sempre e você ri  "Estou impactada".  E digo mais... Espero que essa resenha te surpreenda como aconteceu com as melhores resenhas da sua vida...

Então vamos ao que realmente interessa, o livro começa de uma maneira completamente envolvente, já nas "Notas de agradecimentos e outras tempestades" Jefferson deixa pra gente um pouco de como se inspirou em seu livro. Curiosamente leio todos os prefácios e agradecimentos, porém sei que a maioria dos leitores pulam essa parte sem pena. Em Alice eu recomendo que faça ao contrário, ler as notas iniciais te dará uma visão maravilhosa sobre a obra, afinal quem nunca quis saber de onde veio a ideia de um autor em escrever seu livro?  Dando spoiler para vocês mas que acho de extrema relevância o livro foi inspirado em uma tempestade, uma das maiores por sinal que desaguou no final de 2002 na costa verde do litoral sulfluminense, lembro perfeitamente deste caso e acho que esse foi um dos fatores que trouxe Alice e toda sua trama para a minha realidade e saber disso me fez durante todo o livro pensar que em alguns momentos as coisas poderiam realmente ter acontecido daquela maneira, o que trouxe uma certa veracidade a história ou não...

A história então se inicia nesse cenário, enquanto Pedro o personagem principal foge de seu passado em uma noite de réveillon, uma tempestade monstruosa deságua sobre toda a costa, causando vários desabamentos. O carro de Pedro é arrastado e enquanto tenta se salvar naquela noite medonha o mesmo encontra uma menina de quatro anos de idade, com grandes olhos azuis e cabelos louros presa em um furgão que também foi retirado da estrada.   Ele consegue salva-la e então começa sua jornada em busca de sair daquele local com aquela garotinha que ele nem conhecia, mas que de alguma maneira sentia que seu nome era Alice, em busca de autoridade para que encontrasse a família dela e entre todos esse objetivos coisas fantásticas começam a acontecer...

"No fim das contas, não fui eu quem a protegi. Foi ela. Ela foi meu escudo."

O livro de Jefferson vai muito além de pura ficção, em vários trechos ele consegue captar a essência humana, passando mensagens em meio as narrativas de como o ser humano se comporta em certas circunstâncias. Ele consegue em alguns capítulos nos lembrar de como o homem (vulgo espécie) pode ser desonesto, hipócrita, falho.  Inclusive deixo aqui mais um spoiler, Pedro o personagem principal também teve diversas falhas e foi por vezes manipulador. Acredito que mais um fato interessante, humano. Quem de nós nunca falhamos? O que realmente define-se ser bom?  Até onde as pequenas falhas são aceitáveis?



" Quando eles perguntaram de Patrícia, Aldo disse que havia mandado embora, porque estava fora de si. Uma mentira que a protegia por um tempo - principalmente levando-se em conta que a dedicada esposa do morto parecia têlo esquecido. Não completamente e talvez a palavra correta não seja essa: ela havia apagado os sentimentos por ele. Sabia que o tivera mas ele não estava mais ali." Pag.162



Finalizei o livro com um sentimento de necessidade, de necessidade de que a história não tivesse acabado. Existe uma teoria que diz que os melhores livros são aqueles que ao final você se sente insatisfeito e que a insatisfação nem sempre é negativa, é insatisfação por sentir que você precisava de mais, de mais história pra ler, de continuação. Não que o livro tenha sido mal acabado, pelo contrário o final foi espetacular, surpreendente e preencheu toda a minha necessidade falha de vingança. Mas ainda fiquei com vontade de que os personagens continuasse a "existir"na minha vida. O trecho que transcrevi acima foi umas das parte que mais me emocionou antes do desfecho. Quantas vezes não senti a necessidade de apagar cada sentimento, cada dor por menor que fosse em mim, e ler um livro em que alguém fosse capaz de fazer isso como mágica foi muito libertador. Eis aqui minha fraqueza e vazio por não acreditar em algo superior que fosse capaz de me fazer isso.


Espero sinceramente que tenham gostado da resenha e que vocês possam ter o prazer de ler essa obra. Deixe aqui nos comentários o que achou, se tiver alguma dúvida deixe perguntas também que farei questão de responder. Um beijo e até a próxima.



Avaliação:      








24 comentários:

  1. Daí suas resenhas nos emocionam tinha um tempos que não passava aqui e fiquei com muita vontade de ler esse livro kkkk e olha que não sou fã de autores brasileiros são poucos que eu gosto. Ao Jefferson dou os parabéns previamente sobre a genialidade de colocar a tempestade de 2002 dentro de uma ficção e usar o Alice que remediamos a Alice no País das Maravilhas né ? Pensei em uma Alice brasileira fazendo uma analogia louca Alice nos tira dá nossa realidade e nos salva dando um novo ânimo. Quero ler para captar também a essência humana que você descreveu com a alma. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como sempre arrasando nos comentários. Adoro suas visitas aqui. Mas chega mais aqui e vamos conversar, me conta... porque não gosta de autores nacionais? Que preconceito é esse menina? rsrss Tenho um cado de autor nacional pra te apresentar. Eu também nao gostava mas hoje os autores que mais sou fã sao brasileiros.

      Excluir
  2. Muito boa sua resenha, me fez ter vontade de ler o livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Françoise, faz muito bem, recomendadíssimo como pode perceber.

      Excluir
  3. Dai que resenha linda!!
    tua escrita é ótima, e me instigou a querer ler o livro, e olha eu quero ler mesmo, onde encontro, tem e-book disponível??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natalia, pode entrar em contato com o autor e ver se tem ebook. Espero que goste do livro assim como eu gostei.

      Excluir
  4. Oi. Lendo sua resenha dá muita vontade de ter esse livro. E se já começa envolvente, melhor ainda. Amei. Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Deise, que prazer te-la aqui. Livros que começam te prendendo sao os melhores. leitura rapida garantida.

      Excluir
  5. Daí, sua resenha é maravilhosa, fiquei super interessada em ler o livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani, leia sim, não vai se arrepender. Depois me conta o que achou.

      Excluir
  6. É muito difícil eu ter interesse em ler algum livro quando leio resenhas em blogs . Mas a sua ficou maravilhosa. Top. Muito detalhada, a situações foram um charme. Está de parabéns e já visitei o site do autor e vou comprar o meu. Inclusive queria fazer um comentário, que lisonjeador ter escritor como amigo e Ainda mais poder comentar sobre o que achou do livro com o próprio. um grande abraço fraterno Daiana e até o próximo post. Estou acompanhando seu blog e sempre arrasando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mayara, obrigada mesmo pelo seu comentário. É muito bom mesmo ter autores como amigos, principalmente quando viramos leitores beta rsrss

      Excluir
  7. Me emocionei com sua resenha. Caprichou nos detalhes e sem duvidas senti verdade n rodas as sua palavras. Acho que por ele ser seu amigo você deu uma atenção redobrado para justificar pq o quanto o livro e bom sem quesito indicação parecesse simplesmente por ele ser quem é .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATO! Bingo aí Cátia. Eu precisava realmente dobrar a atenção, mostrar pros meus leitores que o fato dele ser meu amigo não influenciaria na minha opinião. Acho que consegui passar o que achei com muita verdade.

      Excluir
  8. Belo livro! Levarei em consideração sua resenha .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, que bom que gostou rsrss volte sempre

      Excluir
  9. Oi Dai! Eu não conhecia o autor, e fiquei muito curiosa para ler o livro. Demoro muito para ler e resenhar um livro, pra mim é uma responsabilidade tremenda tentar captar a obra de alguém.
    Livros que possuem a realidade misturada com a ficção tende a me prender, acho que não é a toa alguns temas eu gostar tanto. Um desastre natural sempre traz muitas coisas à tona.Eu leria o livro pelo trecho que citou: "No fim das contas, não fui eu quem a protegi. Foi ela. Ela foi meu escudo." Eu fiquei aqui imaginando... passou na minha cabeça uma série de situações.
    Não gosto de ler resenhas com spoliers mas sinceramente não considero os que citou com spoliers, pra mim são pequenos aperitivos de uma obra que deve ser apreciada lentamente. É assim primeiro a entrada para depois o prato principal não é?
    Certamente que você deu a entrada perfeita para que o livro seja lido. Bela resenha. Parabéns!
    Assim que eu conseguir receber em dia vou querer adquirir o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Ciana, que bom que gostou da minha resenha e que ela dispertou tamanho interesse. Fui presenteada pelo autor com mais livros e farei o sorteio dele na fanpage, vamos participar assim você não precisa esperar receber. rs

      Excluir
  10. Fiquei muito emocionada com sua resenha, esse livro parece ser maravilhoso, não conhecia o autor e nem o livro, mas com certeza vou procurar ler, já me encantei com a história só por sua resenha. Parabéns pela parceria!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, que alegria saber que minha resenha lhe despertou o interesse. Quando ler volte aqui pra me contar o que achou.

      Excluir
  11. O livro parece ser maravilhoso, fiquei encantada com sua resenha e mega curiosa para ler este livro.

    Beijos
    https://pimentasdeacucar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana, feliz de saber que a resenha lhe agradou. Leia sim vale muito a pena. Depois me conta o que achou.

      Excluir
  12. Adorei a sua resenha!
    Não conheço esse livro não, mas achei bem interessante. Esse ano uma das minhas metas é ler pelo menos 12 livros e já vou incluir esse.

    #ascariocasby

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha irmã arrasa de mais nas resenhas. Ainda serei como você. Parabéns, conseguiu passar tudo que o livro realmente é, cada sentimento que ele desperta. Eu virei fã do Jefferson e não vejo a hora de comprar o próximo.

      Excluir

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map