11 de out de 2014

O dia em que fui cantada por uma outra mulher

Sempre fui o tipo de mulher com um pensamento liberal, proferava aos "quatro ventos" que não tinha preconceitos nenhum, principalmente relacionado a sexualidade, na verdade eu não tenho preconceito mesmo, mas sempre achei que o dia em que fosse cantada por uma mulher minha reação seria completamente diferente do que  a que eu tive ontem.

Bissexualidade e homossexualidade  para mim são itens de extrema curiosidade, adoro as pessoas que tem a coragem de assumir seus desejos sem preocupar-se com a opinião alheia, mesmo isso sendo algo tão pessoal. 



Uma vez ouvi em um filme, não me lembro o nome, infelizmente. Que uma pessoa não deve ter a necessidade de explicar sobre sua sexualidade para ninguém, afinal nossas libertinagens são intimas e ninguém tem na a ver com isso a não ser que seja nosso parceiro. Concordo mas ao mesmo tempo discordo, pois a liberdade de se expressar é o que deve prevalecer. Se você deseja ser aceita é o que interessa, para os outros restam  a mera  opção respeitar. 

Sou uma eterna apaixonada pelo ser humano, pela anatomia no geral, mulher, homem, todos tem uma beleza pessoal, magnifica. Sou aquele tipo de pessoa que adora ir a galerias que expõe peças expiradas no ser humano nu. Quadros, esculturas... As curvas são esplendidas, homens e mulheres são belíssimos. Uma vez uma amiga me disse que o fato de eu amar ambos sexos isso se caracteriza em bissexualidade. Será? Não faço questão nenhuma de rotular, apenas sei apreciar o que é belo e acredito que o amor não tem formas nem gênero. 

Sobre o dia que fui cortejada por uma outra mulher? Primeiramente foi um choque, acho que por alguns milésimos de segundos fiquei em silencio e meio paralisada, foi uma surpresa para mim, mas logo depois o meu bom senso me lembrou do quanto isso é normal e até legal . Então abri um largo sorriso e abracei-a,  elogiando a sinceridade e a coragem.




Categoria: TextosSexo

2 comentários:

  1. Nossa que incrível a sua reação. Sou do tipo de pessoa que respeita a religião, sexualidade dos outros. A final o que importa é você como pessoa, não ligo para o que você faz em quatro paredes.

    http://garotadosuburbio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Susany isso é o que importa, a pessoa em si . Obrigada pela visita. <3

      Excluir

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map