11 de jun de 2014

A gaiola da sociedade

Naquele espaço do facebook onde você escolhe um "emotion" para descrever o seu humor, postei hoje que estava me sentindo aprisionada. Como sempre minha mãe comentou algo, que aliás me deu a ideia do post de hoje.

Já observaram como é a sociedade ? sempre estamos aprisionados, mesmo estando livre em termo literal. Estamos presos diariamente em prazos a cumprir, metas, sorrisos forçados, horários para tudo, aparências, estamos presos em diversos aspectos da vida, quase nunca podemos ser o que realmente queremos ser, ou fazer o que verdadeiramente queremos fazer,  Até quando a sociedade vai nos obrigar a nos aprisionar nesse poço de vida superficial e regrada ? Onde as pessoas nos obrigam a ser cada vez mais comum, sem graça e sem sal, devido a postura que temos de ter diante desse mundo cheio de regras e leis.



Não estou falando que também devemos viver como loucos, fazendo tudo que quer, sair para o cinema de pijama e pantufa, mas estou falando que certas situações nos deixam no extremo, certa coisas nos prendem de tal maneira que acabamos deixando de viver.

Uma coisa que sempre fui extremamente contra é você passar oito horas por dia dentro de uma empresa trabalhando, enquanto você está lá seus filhos estão em casa querendo comer a comida do cachorro, crescendo saudavelmente e sentido falta de alguém por perto. Já observaram o quanto é cruel você entrar em um escritório de manha cedo e só sair quando está escurecendo ? lá se foi mais um dia . 

Cada vez mais a pessoas tem falado sobre encontrar parceiros em que você possa se sentir a vontade para ser vocês mesmo, uma coisa que deveria ser tão comum está em escassez e percebemos, quantas vezes você namorou, ou até mesmo se casou com alguém que você "pisava em ovos" no sentido figurado? pois a tendencia é essa mesmo, todos os dias, em todos os lugares, tem alguém com sentimentos presos, encarcerados, tendo por dentro uma vontade sub-humana de voar. 

Que o texto de hoje sirva para refletir, para que possamos colocar em pauta e na balança, quantas coisas ainda valem a pena deixar ali, presas e esquecidas. Uma coisa eu aprendi nessa minha humilde vida, a unica pessoa que tem a capacidade de melhorar os seus dias é você mesmo. Então até quando você vai se deixar levar por esses sistema prisional social ? Liberte-se, abra a gaiola e voe .






2 comentários:

  1. Como não compartilha,realmente é assim que acredito que todos NOS vivemos dias apos dias numa prisão.
    Para se alcançar tal liberdade que tanto desejamos primeiro temos que liberta a nossa mente que está aprisionada nos deveres que temos que cumprir;mais sempre vem a "pergunta",como fugir de nossas obrigações?
    Parabéns Daiana você colocou aqui tudo que realmente acontece .

    ResponderExcluir
  2. Aprender e tentar mudar o nosso dia-dia é um processo constante que tentamos buscar uma saída para a prisão, que esta em nosso pensamento, novos sentimentos na vida cotidiana.
    Este aprender está relacionado com o "passado" que nos foi ensinado a ser rígidos com as "obrigações" e assim vai ser sempre no "presente" e no "futuro",nunca seremos total mente Livres.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map