10 de mar de 2014

Minha primeira carta para você

Não sou muito de escrever cartas, você, melhor do que ninguém sabe bem disso, mas é que a saudade está batendo e as conversas por telefone já não estão sendo o suficiente, aliás, ao final de cada ligação eu sempre esqueço alguma coisa importante que tinha para lhe falar.



Esses dias eu estava ouvindo na rádio aquela música que você gosta do The Smith, e lembrei-me de você de imediato, eu estava fazendo macarronada na minha nova cozinha do meu mais novo apartamento. É isso mesmo eu não parei com aquela mania de me mudar, estou hoje em um bem menor do que o anterior, mas é que este é localizado bem no centro da cidade e tem uma vista maravilhosa.  E falando em vista você não vai acreditar em como o céu esta lindo durante esses dias de verão, aqui no Brasil, o mais lindo que já vi, ou será que enquanto estávamos juntos, eu não tinha muito tempo para observar o tempo? Devia ser não é mesmo? Agente sempre estava tão ocupado, mesmo quando não tinha nada para fazer.

Aquela televisão que compramos na nossa ultima viagem para Buenos Aires quebrou ontem, não sei bem o que aconteceu com ela, mas o técnico que chamei aqui em casa, um cara mal encarado, barbudo, disse que ela havia entrado em curto, nunca ouvi isso na minha vida, mas já que você não estava aqui para discordar eu resolvi ficar quieta.

Aquela nossa antiga vizinha mineira, do nosso antigo apartamento, morreu ontem de infarto. Será que foi culpa daquelas comidas maravilhosas que nos deixava de água na boca durante os finais de semana? Sei lá, sei que fiquei bem triste.

Ah! Como você faz falta, está tão difícil, por alguns momentos esses dias pensei em terminar tudo, te esquecer, não ter mais contato com você, até um dia você voltar. Será que é a melhor opção?  A pergunta que você me fez na ultima ligação, a resposta é SIM, desculpa ter demorado tanto a responder, mas é que eu estava com dúvidas. Vamos combinar que a distância maltrata tanto.

Agora tenho que ir porque a fome já esta batendo, ainda bem que nesse “apê” eu não tenho uma vizinha mineira, mas vou te contar tem um restaurante japonês na esquina que está sendo a minha perdição.

Um beijo e até a próxima.


AH!  JÁ IA ESQUECENDO, TE AMO!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map