12 de mar de 2012

Homenagem aos idiota , Fúteis , Imaturos ...

Olá gente , peguei-me ontem super chateada , éhh !!!! infelizmente a vida é feita de autos e baixos , bem explicando , estava assim  pois pensava nas pessoas que são fúteis, isso mesmo , em pessoas sem cérebro que conheço , percebi nessa reflexão que tais seres  são os que mais tem companhias para um domingo anoite , baladas , bebedeira .... coloquei isso no Google ( manina minha de tudo que penso "jogar" no site de pesquisa e ver se encontro outras opiniões ) e pensando nisso , " BINGO " achei esse texto que vou publicar aqui do  seguinte autor :

Henrique Morgante   (Conheça aqui mais sobre o autor .)



















Homenagem aos Idiotas, Fúteis, Imaturos & Cia.

PESSOAS IDIOTAS, FÚTEIS E IMATURAS, EU AMO VOCÊS.
 
Amo mesmo vocês todos, do fundo do coração.  
 
Adoro todos! São meus heróis! Irei ainda construir um templo em vossa homenagem e cultuá-los de todas as formas possíveis.

   
 Não, não... Estou ainda com minha mente sã, isso não é nenhum delírio. Estou somente expressando minha profunda gratidão por tudo de bom que fizeram por mim.
 Sim, vocês fizeram verdadeiros milagres em minha vida, seres estúpidos! Muita coisa do que tenho, do que conquistei, devo a vós! Portanto, aceitem minha homenagem.

    Bem, justamente por serem idiotas, fúteis, imaturos, etc. e etc., é demais esperar que compreendam por si mesmos a razão desses efusivos agradecimentos, então aqui vai a resposta ao enigma: Vocês são meus heróis porque, com todos seus defeitos e imbecilidades, maximizam minhas qualidades normais.
   Vejam bem – e aqui me falo especialmente à maioria dos homens – eu não me sinto nada especial. Não sou megalomaníaco nem me sinto superior aos demais. Eu SINCERAMENTE me considero uma pessoa normal, bom em umas coisas, naturalmente, mas nada que me dê margem para me sentir superior.
   Tenho certos valores e hábitos simplesmente porque observo minha história e a vida das pessoas em volta e concluo que vale a pena tê-los. Quando algum comportamento meu atrapalha as coisas, procuro tentar identifica-lo e o corrigir. Algo de especial nisso? Eu acho que não.
   No que diz respeito a relacionamentos, por exemplo, acredito que egocentrismo é auto sabotagem, afinal nós, homens, somos mais fáceis de agradar que mulheres. Geralmente somos mais simples... Então se nossa satisfação é praticamente garantida, para que o egocentrismo? Se fizermos questão de deixar nossas companheiras felizes também, todas as partes saem ganhando e isso se reverte em benefícios para nós.
   Outra coisa: vejo que pressionar demais, tentar trancá-las numa cela emocional e encarar todos que ela conhece como inimigos só gera afastamento, afinal, se ela está dizendo que o ama e não pretende trair mas você recusa-se a crer mesmo ser ter base, é natural que ela se ofenda e afaste-se. Meros exemplos, coisa simples...
   Ah sim, doses de cavalheirismo, educação e consideração também nunca fizeram mal a mulher alguma, pelo contrário... Pois bem, não vejo nenhum segredo digno dos livros de Dan Brow aqui.
 Mas vocês insistem em errar onde o mais fácil seria acertar!! Preferem ser egoístas descomedidos, restritivos e desconfiados, briguentos e sem consideração! E agora isso serve para ambos os sexos novamente: Fazem questão de ser BURROS. Não se preocupam em evoluir mentalmente, em ler, em simples e puramente pensar, meditar, conhecer a si mesmo.

   Como diria o bom e velho Nicollo Machiavelli, “Há três tipos de mentes: As que entendem as coisas por si próprias, as que aprendem o que os outros descobriram e aquelas que nem aprendem sozinhas e nem com os outros. A primeira é excelente, a segunda muito boa e a terceira inútil.” Pois bem, impressionante como boa parte das pessoas faz questão de estar nesse terceiro clube! Ele é assim tão agradável?!
 O mais engraçado, já que falei de namoros e relacionamentos, é ver duas mentes desse ultimo grupo juntas. E como acontece!!! Brigas quase épicas! Parece que pretendem viver de verdade os brilhantes e profundamente criativos – sem falar em instrutivos – roteiros de Malhação: Aquele casal de sangue quente sabe, do tipo que não leva desaforo pra casa!! Aquelas guerras emocionais e verbais sem trégua, escaramuças todo dia! Desconfianças, ciúmes exagerados, intrigas, traições, términos dramáticos de relacionamentos... Mas aquele retorno triunfal, apoteótico, no dia seguinte! Oh que cenas lindas! Depois de toda a guerra, toda a briga, em meio aos destroços do campo de batalha emocional, o belo casal, como se fosse preso ao destino de nunca se separar, beija-se apaixonadamente, lançam-se à cama, transam como loucos e esquecem todos os problemas, todas as brigas, e se imaginam no paraíso! Claro que até ambos levantarem e retomarem a rotina... E ai os problemas não resolvidos, somente anestesiados pelo sexo e atração física obviamente voltam ao local de trabalho, batendo ponto regularmente. Claro, não foram demitidos mesmo, somente ganharam uma folga... Natural que voltassem! Ai um telefonema, um SMS, um Scrap no Orkut ou postagem no Facebook ou outra rede social daquele ou daquela pessoa que sempre dá em cima e nunca é devidamente cortada incendia o paiol, a pólvora explode e a guerra recomeça!

    Enfim, como é comum! E ai esses belos casais TOSCOS deixam uma impressão firmemente gravada para os demais, especialmente os jovens, de que um relacionamento é isso: Brigas & Orgasmos!  Espanto-me quando converso com as pessoas e percebo o quanto é natural para elas a existência de brigas constantes, discussões diárias e guerrinhas emocionais! Para muitas já não causa decepção alguma isso tudo, é até algo esperado. Muitos, inclusive, já até montaram seu ecossistema com melhores amigos e bares em seus lugares pré-definidos para servir de refúgio nos momentos de guerras, já considerados inevitáveis. No fim, mesmo quando há um encerramento definitivo do relacionamento, após muitos “termina e volta”, e partem para novos, já entram nele tendo certeza que as “fases ruins” de brigas aparecerão mais cedo ou mais tarde. Relacionamentos calmos, sadios, onde os problemas são resolvidos na conversa antes que tenham a chance de se equipar para espalhar a guerra? LENDAS, pura mitologia para muitas pessoas.
   Estão entendendo o ponto, Senhoras e Senhores homenageados (claro, já que quem é de melhor nível deve ter notado onde isso vai parar)? O grande milagre que realizaram, pelo qual aqui agradeço, é que vocês MUDARAM O CONCEITO DE NORMALIDADE. Abaixaram todos os padrões aceitos como bons ou razoáveis. Utilizando sua esmagadora superioridade numérica e seus poderosos aliados – novelas, reality shows e demais futilidades da mídia – conseguiram infiltrar na mente de quase todos que “as coisas são assim mesmo”, ou seja, que essa decadência é somente normal, somente humano (demasiado humano, como diria o grande Nietzsche). O que antes era considerado ruim, baixo e frívolo, para muitos hoje, especialmente os da nova geração, agora é o normal. É o padrão.
  Eis então “Le Truc; The Trick” – O Grande Truque – que se sucede, respeitável público: Como o padrão, o censo, do “normal” baixou, quem era normal no antigo, agora se tornou EXTRAORDINÁRIO, magnífico. O que era comum ficou raro. E pela lei da oferta e procura no capitalismo emocional, a cotação dessas novas raridades SOBE!!
 Compreendem a façanha que realizam, pessoas fúteis? Por causa de vocês, quem é normal é promovido a ótimo, excelente, SEM MUDAR ABSOLUTAMENTE NADA.

  Conversar com a namorada, fazer questão de conhecer o que ela gosta e quer, bem como realizar essas coisas em conjunto com nossas preferências, não sendo egocêntricos; confiar de verdade, dar segurança emocional; Ser gentil e paciente, não brigar sem extrema necessidade... Isso tudo são coisas que considero atitudes simplesmente normais, totalmente lógicas e razoáveis, evidentes por si mesmas. Adquirir autocontrole suficiente para dominar emoções prejudiciais, como ciúmes e tendência possessivas exorbitantes é nada mais que um requisito básico para se ter um bom relacionamento. O preço que deve ser pago.
  Se quiser um emprego, não precisa se qualificar? Por que então achar que qualificações – ou seja, autocontrole e madureza emocional – não são pré-requisitos para namoros e relacionamentos em geral, caso queiramos que estes sejam felizes? Colocando assim nesses termos, sob essa ótica, acho que fica muito fácil de ver o óbvio, mas tanta, tanta gente simplesmente faz questão de não ver! Mas é algo absurdo? Precisa ser um Einstein, um Da Vinci ou Stephen Hawking para chegar a essas conclusões? PRECISA SER UM GÊNIO PARA COMPREENDER AQUILO QUE É SIMPLESMENTE NORMAL?!

  Mas agora o padrão é outro: O normal é a incompreensão, são as brigas por desconfiança e ciúmes infundados, ignorância, desconsideração e egocentrismo. Brigas, brigas, brigas e mais um pouco de brigas... Crise em cima de crise, impossibilidade de confiar de verdade.
  O normal agora são as letras de Funk onde as adoráveis mulheres são reduzidas a menos do que prostitutas – essas ao menos recebem pelo serviço e algumas ficam mais ricas que muita gente enquanto que as funkeiras assumem tacitamente o papel de objeto sexual e nada mais – e a brutalidade é elogiada sob todas suas faces. Ou então o normal é a tanto patética melancolia como a ridícula euforia, ambas imaturas, de Emos, coloridos e Pop’s e Hip Hop’s, onde tudo que importa é ser aceito pelo grupo, assumir seus rótulos e arranjar uma namorada ou namorado bonitos para ostentar como troféu, no caso eufórico, ou chorar pela falta deles no caso melancólico, tudo baseado na dependência emocional, onde a intelectualidade e crescimento individual são negligenciados e sabotados! Isso é normal.
 Futilidade, BURRICE, imaturidade!

  E nesse padrão, pessoas inteligentes, sensíveis às necessidades alheias, preocupadas com seu intelecto – cultas e que têm bom gosto (ou seja, gostam de coisas construtivas, seja de qual gênero for) são vistas como? Nada menos do que fantásticas, cobiçáveis, altas na cotação! Gente que compreende a necessidade de viver em harmonia interna tendo autoestima, e também sem prejudicar o próximo apenas porque sabe que desonestidade, agressividade e falta de compreensão sempre acabam causando efeitos ruins para ela mesma, nesse atual padrão, virou um verdadeiro fenômeno, algo quase mítico e inacreditável. E volto a perguntar: é necessário ter um supercérebro para compreender esses simples princípios? Precisa que venha um anjo dos céus revelar essas verdades básicas e fundamentais?
 Então obrigado, MUITO OBRIGADO. Eu, uma mera pessoa NORMAL, que realmente NÃO se acha superior a ninguém tem agora a chance de ser visto como mais notável!

  Já me acusaram de prepotente, arrogante, de “me sentir, ou me achar” superior, mas eu lhes digo: NÃO SOU SUPERIOR DE MODO ALGUM, foram vocês que INFERIORIZARAM e desvalorizam a si próprios!! Eu nunca subi, vocês é que desceram! Estou somente fiquei no mesmo lugar.
  Se conseguirem compreender isso, então talvez tenham alguma esperança de voltar ao normal, atual extraordinário. Basta verem o que está acontecendo e procurarem exemplos que estão dando certo, não aqueles iguais vocês, que somente se afundam mais.
 E para todos os ex-normais e atuais excepcionais que se identificaram comigo e meus pensamentos, agradeço pela leitura e atenção! E sugiro que parem de ter raiva de gente fútil. Faz muito mais bem ser grato a elas, homenageá-las. Elas são nossos degraus para o auge, para o aumento da cotação pessoal!

  Se você for homem e sabe tratar bem sua namorada primeiramente sendo fiel, e também é capaz de dar atenção às necessidades dela e não a sufoca com ciúmes baseados em falta de autoconfiança e/ou traumas de relacionamentos anteriores e tem mais para oferecer à ela do que sexo e presentes e seu corpo, como por exemplo boas conversas, compreensão, boas risadas e amizade verdadeira além do namoro, tenho absoluta certeza de que sozinho você só está se for por opção própria, mas que costuma receber todo o amor e dedicação que uma mulher pode dar quando se envolve num relacionamento.
 Deve ter percebido que não ser egocêntrico e tentar impor suas preferências a força de modo algum faz com que perca parte de seu prazer, pois por cuidar dela e não a sufocar certamente ela fará por você coisas que são melhores do que aquilo que originalmente podia considerar ideal. A dedicação e criatividade de uma mulher que ama de verdade tem muito mais poder para gerar contentamento em nós, homens, do que teríamos se tudo fosse do nosso jeito.

  Notou, certamente, que elas já esperavam de você boas doses de imaturidade e infantilidade, ou somente interesse carnal acima de tudo, e que o efeito da surpresa, quando provaram ser mais que isso, foi simplesmente fabuloso.
  E  se for uma mulher que além de vaidosa e bela, como são a maioria das mulheres, tiver gosto muito fino e apurado, for culta e evidenciar que não é só bela, mas que também é inteligente e compreensiva, que sabe confiar e não julga todos os homens pela conduta de alguns, sem duvida deve estar acostumada a causar efeitos estarrecedores nos homens tão acostumados a encontrar somente casca, futilidade. (me desculpe, mas é a realidade, falo por experiência próxima. Mal generalizado esse viu!!! Ainda bem que tenho talento pra achar as exceções!)  E futilidade feminina do pior tipo: aquela que se adapta à futilidade masculina. “Eles só querem beleza? Então vamos dar SÓ isso para eles” pensam algumas tolas, e ai passam todo o tempo somente tentando se tornar atraentes, mas nem por um momento se enriquecem por dentro, e, no fim, tornam-se somente um conjunto de maquiagem, escovas, modinhas e completa alienação intelectual. Que surpresa causam nos homens acima, de alto nível interno, estas que demonstram ter conteúdo, e que devoção não devem inspirar e conquistar por isso! Sei muito bem porque eu mesmo sou incapaz de resistir a uma mulher brilhante mentalmente, exceto se já estiver com uma assim ao lado...
  Então, companheiros “normais”, vamos parar com a raiva. Sejamos gratos! Por que acham que conseguimos causar tão bons efeitos? Por sermos “fodões”?
  Nós não somos nada de mais, nada mesmo! Quem nos colocou no alto foram esses idiotas e imaturos que tanto criticamos. Portanto está lançada minha campanha de agradecer aos idiotas, aos imaturos, aos fúteis. ELES SÃO NOSSOS HERÓIS!
  UM BRINDE, “IRMÃOS NA ANTIGA NORMALIDADE” A TODOS QUE SE INFERIORIZARAM, E UM ULTIMO MUITO OBRIGADO!!
Henrique Morgante

Gente , quem gostou do texto assim como eu, se identificou nas palavras do autor e ainda mais, além disso, também reconheceu pessoas assim merecedoras desta homenagem, deixe aqui um comentário (sem nomes dos contemplados, por favor ),  quem não gostou deixe um comentário também , adorarei conversar sobre o assunto .


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita, Esse é nosso cantinho interativo. Fique a vontade para deixar seu comentário, saiba que todos serão lidos e respondidos com toda atenção . Lembre-se de ser educado e elegante , esta é a única regra.

Image Map